Google+ Followers

terça-feira, 13 de setembro de 2016

Estado Islâmico planejava matar cristãos em shopping usando serras elétricas

Verviers tem sido um dos principais centros de radicalismo islâmico na Bélgica. (Foto: Reprodução)
Verviers tem sido um dos principais centros de radicalismo islâmico na Bélgica. (Foto: Reprodução)

O filho de um líder religioso do grupo revelou à polícia que os terroristas pretendiam assassinar cristãos em um shopping da Bélgica.

Terroristas do Estado Islâmico (EI) estariam planejando assassinar cristãos em um shopping center da Bélgica usando motosserras, de acordo com o filho de um imã (líder religioso) radical do grupo.

O adolescente foi preso na cidade de Verviers depois de convocar o assassinato de cristãos  em um vídeo que circulou nas redes sociais.

Em depoimento para a polícia, o jovem revelou que o EI está recrutando terroristas com o objetivo de cometer um massacre em um shopping center usando serras elétricas.

O jornal belga La Derniere Heure informou que o adolescente, filho do imã radical Shayh Alami, confessou aos investigadores que o grupo terrorista esteve recrutando "lobos solitários" na Bélgica durante todo o verão.

Além das investidas do EI, os radicias belgas que foram para a guerra na Síria estavam tentando convencer amigos e parentes a participarem de ataques terroristas.

O adolescente disse que dois desses planos de ataque envolveriam um massacre com uma motosserra em um centro comercial belga. Um outro plano era assassinar um segundo imã, que "não era suficientemente radical", de acordo com o jovem.

Verviers tem sido descrito como um dos principais centros de radicalismo islâmico na Bélgica, seguido pelo subúrbio de Molenbeek, em Bruxelas. Atualmente, a cidade onde vive o adolescente e o imã é uma das regiões mais pobres do país.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DE R7