Google+ Followers

sábado, 11 de março de 2017

Menino de 8 anos levanta carro para salvar o pai e diz que foi ajudado por “anjos”

O garoto levantou o carro que prendeu o corpo de seu pai durante um conserto mecânico na casa da família. Ele conta que sua força veio da ajuda de anjos.

J.T. e Mason estavam trabalhando com seu pai num Toyota Prius quando o carro de repente caiu. (Foto: Arquivo pessoal)
J.T. e Mason estavam trabalhando com seu pai num Toyota Prius quando o carro de repente caiu. (Foto: Arquivo pessoal)
Um menino de 8 anos teve uma ajuda sobrenatural para levantar o carro que prendeu o corpo de seu pai durante um conserto mecânico na casa da família em Sugar City, no estado de Idaho, nos Estados Unidos.

O garoto J.T. Parker estava com seu pai, Stephen Parker e seu irmão Mason, de 17 anos, no quintal de sua casa quando aconteceu o acidente, no dia 30 de julho de 2016.

"Estávamos puxando o motor para fora do carro e, depois que conseguimos, eu subi para pegar os eixos", lembra Stephen. "Um dos eixos saiu facilmente, mas o outro lado não estava saindo".

Stephen ajustou o eixo e moveu o macaco mas, de repente, o veículo da marca Toyota Prius caiu sobre ele. Mason tinha entrado em casa minutos antes, porque tinha cortado a mão. A única pessoa que estava perto do pai era J.T.

"Eu gritei para J.T. do outro lado do carro: 'Jack, põe para cima, rápido! Jack, rápido!’”, Stephen lembra. "Eu não conseguia me mexer. Eu estava totalmente preso e acabei desmaiando”.

J.T., que pesa cerca de 22 quilos, ajustou o macaco e imediatamente começou a usar a ferramenta. "Foi assustador. Eu achei que não conseguiria ligar o carro, mas eu continuei tentando", lembra o garoto.

Por 15 minutos, ele continuou movimentando a alça do macaco e o carro levantou lentamente. Stephen diz que não consegue se lembrar de nada disso. "Só me lembro de ter sentido paz", conta o pai. "Me lembro de ver tudo claro, como um dia feliz. As nuvens passavam, tudo estava feliz e pacífico”.

J.T. recebeu o prêmio de "Heróis do Estado de Idaho 2017”. (Foto: Stephan Rockefeller/East Idaho News)
Depois que o carro foi levantado, J.T. correu para chamar Mason. Enquanto os rapazes esperavam o atendimento de emergência, a esposa de Stephen, Jodi, chegou em casa. "Quando cheguei, vi meu marido debaixo de um carro. Meu coração simplesmente entrou em desespero”, ela lembra.

Stephen foi levado para o Centro Médico Regional de Idaho em estado crítico. “Eles fizeram vários exames em mim e tudo o que encontraram foram 13 costelas quebradas. Nada interno foi danificado. Foi um milagre”, reconhece Stephen.

Dois dias depois, o pai dos garotos já estava em casa. Eles perguntaram a J.T. se ele levantaria novamente aquele carro, e ele prontamente respondeu que não conseguiria. Naquele dia, o menino respondeu que contou com a ajuda de “anjos”.

Sua mãe, Jodi, concorda. "Tudo o que aconteceu foi um milagre. Não há outra maneira de descrever”, afirma. "Não tem como esse garotinho ter feito isso. Eu sinto que nossa nova responsabilidade é dizer às pessoas que milagres ainda existem".

J.T foi homenageado pela organização Cruz Vermelha e foi um dos escolhidos a receber o prêmio de "Heróis do Estado de Idaho 2017”.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DE EAST IDAHO NEWS

sexta-feira, 10 de março de 2017

Mulher que perdeu esposo em ataque muçulmano vence crise na fé: “Deus é bondoso”

Com a morte de seu marido, Mary começou a questionar Deus, até que percebeu que o Criador também conhecia a dor de perder alguém tão querido.

Mary contou sua história para os missionários do Ministério Portas Abertas. (Foto: Portas Abertas).
Mary contou sua história para os missionários do Ministério Portas Abertas. (Foto: Portas Abertas).
Foi em outubro de 2013 quando Elias Lunyamila Meshack foi surpreendido com a abordagem de terroristas muçulmanos. Ele estava vigiando uma igreja em Mwanza, norte da Tanzânia, juntamente com outros dois amigos quando os extremistas os mataram. Quem conta a história é a viúva Mary.

Sentada à sombra de uma grande árvore em um local não revelado na África Oriental, ela relatou para missionários do Portas Abertas como superou a dor da perda e como Deus sustentou sua fé.

“As viúvas, muitas vezes, sofrem com uma grande solidão. Depois que perdi Elias, temia muito a solidão. Eu conheci Elias na igreja que eu fui depois que eu me entreguei para Cristo. Ele era o presidente do grupo de jovens. Nós nos apaixonamos e nos casamos no dia 11 de outubro de 2009. Após o nosso casamento, a vida era boa. Fiquei grávida rapidamente e dei à luz ao nosso primogênito, Prosper, em julho de 2010. Quando ele tinha três anos, fiquei grávida novamente e dei à luz nossa filha, Prisca”, contou.

Mas, em apenas oito meses seu esposo foi morto. Na noite de 21 de outubro, Elias voltou para casa do trabalho, tomou banho, jantou e depois foi à igreja por volta das 21h, para vigiá-la, pois estava acontecendo uma série de ataques às igrejas na área na época.

A triste notícia
“Na manhã seguinte, por volta das seis da manhã, várias pessoas da igreja bateram na minha porta e eu sabia que algo terrível deveria ter acontecido. Nosso pastor me disse que a igreja tinha sido atacada e Elias tinha sido espancado até a morte. Outros dois ficaram gravemente feridos, mas sobreviveram. Quando ouvi a notícia eu lamentei tão alto que até vizinhos vieram ver o que estava acontecendo”, relatou.

“Por muito tempo depois fiquei muito zangada com os criminosos. Muitas igrejas foram queimadas. Alguns líderes da igreja foram mortos, outros queimados com ácido. Eu me perguntava: ‘Por que os cristãos deviam sofrer todas essas coisas até o ponto em que a perseguição atingiu minha própria família?’ Honestamente, se eu encontrasse um dos terroristas, eu não sei o que faria”, pontuou Mary.

Superação
“Eu também fiz muitas perguntas a Deus. ‘Por que isso aconteceu comigo? Por que me deixou viúva tão jovem? Por que eu?’. Mas, com o passar do tempo, comecei a ler minha Bíblia novamente e, finalmente, comecei a aceitar que meu marido tinha ido embora. Percebi que Deus o amava mais do que eu o amava. Lembrei de que Ele também conhecia a dor da perda desde que Ele deu seu único Filho para morrer por nós. Foi um trabalho árduo, mas, hoje, meu relacionamento com Ele foi fortalecido”, contou.

“Fiquei espantada com a bondade de Deus para comigo no apoio incrível que recebi. Minha igreja tem sido tão boa para mim! Eles não me abandonaram. Eles continuam me visitando, cuidando de mim e das crianças”, finalizou.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO PORTAS ABERTAS

quinta-feira, 9 de março de 2017

Mulher que inspirou personagem do 'Quarto de Guerra' fala sobre oração: "É um relacionamento"

Em uma conversa emocionante com o produtor do filme "Quarto de Guerra", Stephen Kendrick, a senhora Molly Bruno, de 92 anos de idade, falou sobre a importância de seus momentos de oração e leitura bíblica e afirmou que não tem medo da morte.



"Quando você tem Jesus, você tem tudo". Talvez esta frase já tenha sido dita por milhares de pessoas, porém está ganhando ainda mais força nas palavras de Molly Bruno, a senhora de 92 anos que inspirou a personagem Dª Clara, do filme "Quarto de Guerra". No filme, a senhora busca ajudar - por meio da leitura bíblica e oração - uma nova amiga, que está passando por dificuldades no casamento.

Em um pequeno vídeo publicado na página oficial do filme no Facebook, os irmãos Kendrick - produtores do sucesso do longa que foi sucesso de bilheteria nos EUA e agora também ganha cada vez mais salas no Brasil - conversaram com a guerreira de oração. Ela também se emocionou ao descobrir que ela não apenas inspirou a personagem Dª Clara, mas também viu que os produtores prezaram por detalhes, como usar a bíblia da própria Molly em diversas cenas.

"Um dos maiores tesouros do último ano foi conhecer a senhora de 91 anos e guerreira de oração, chamada Molly Bruno", destacou Stephen Kendrick na época em que gravou o vídeo.

Quando comentou a importância que dá ao seu momento de orações e leitura bíblica diárias, Molly destacou que isto marca o início do seu dia.

"Bom, a minha conversa com o Senhor é muito importante, porque eu começo o dia depois do meu momento com Ele. Quando você tem Jesus, você tem tudo", declarou.
Questionada sobre um possível medo da morte, Molly foi enfática e bem-humorada ao responder ao próprio Stephen com um sonoro "Não!".

"Eu mal posso esperar para ver aquela bela face. Se lembra de como eu te abracei esta noite", perguntou ela a Stephen em um bate-papo em sua sala de estar. "Esta será a forma que vou abraçar Jesus quando chegar no céu".



Intimidade
"É um relacionamento. É como conhecer os caminhos que Ele tem para mim todas as manhãs. O que eu faço é adorá-Lo e amá-Lo. Isso é tudo o que eu posso fazer", disse ela com lágrimas nos olhos.


"Quando eu vejo uma barreira, penso: 'Jesus, eu sei que isso vai se resolver, então vá em frente' e Ele resolve".

Clique no vídeo abaixo (em inglês) para conferir esta conversa cheia de emoções:

"Quarto de Guerra"
O filme que já arrecadou mais de 70 milhões de dólares em bilheterias nos cinemas dos Estados Unidos também está gerando grande repercussão no Brasil. Somente em seu primeiro mês nas salas de cinema brasileiras, "Quarto de Guerra" foi assistido por 360 mil pessoas e ocupa o 4º lugar no top 10 Brasil entre os filmes com o melhor desempenho na semana de exibição.
FONTE: GUIAME

quarta-feira, 8 de março de 2017

Dilúvio pode ser comprovado após evidência de tempestades históricas na África

A autora da pesquisa apresentou amostras de cera de folhas que revelam que o clima africano há 5 mil anos era bem diferente.

Criacionistas bíblicos dizem que as novas descobertas fornecem mais evidências históricas para o dilúvio. (Foto: Reprodução).
Criacionistas bíblicos dizem que as novas descobertas fornecem mais evidências históricas para o dilúvio. (Foto: Reprodução).
O deserto do Saara já foi exuberante e verde com altas taxas de chuvas. Foi o que uma nova pesquisa mostrou. Tal novidade se encaixa na história contada em Gênesis. Os resultados foram feitos por uma equipe de pesquisadores internacionais que coletaram e analisaram sedimentos marinhos da costa oeste da África.

Os resultados do estudo foram publicados na revista "Science Advances". A autora principal do estudo, Jessica Tierney, disse que ela e seus colegas encontraram antigas amostras de cera de folhas que revelam que o clima africano há 5 mil anos era bem diferente, de acordo com a The University of Arizona News.

A evidência sugere que o deserto do Saara, onde a precipitação anual agora é geralmente inferior a cinco polegadas, já foi extremamente verde e exuberante. "Era 10 vezes mais úmido que hoje", disse Tierney.

"Nossas estimativas sobre a taxa de precipitação confirmam a interpretação de que um clima tropical sazonal dominou a maioria das regiões do norte da África durante o tempo do ‘Sara Verde’", escreveram os pesquisadores no artigo.

"É possível que, no pico do ‘Saara Verde’, a umidade mononuclear inundasse toda a região do Sara Ocidental", acrescentaram.

Evidências históricas
Os cientistas já sabem que as taxas de chuvas na África antiga foram mais altas do que são hoje. Mas o novo estudo mostrou que as condições úmidas e tropicais eram bem mais intensas do que se conhecia anteriormente.

"Com algumas exceções notáveis, as simulações do modelo climático não prevêem essas altas taxas de precipitação", escreveu a equipe em seu artigo de jornal.

Criacionistas bíblicos dizem que as novas descobertas fornecem mais evidências históricas para o dilúvio descrito no livro de Gênesis. O Dr. Jake Hebert, físico do Instituto de Pesquisa em Criação, disse que modelos científicos baseados na Bíblia prevêem um período extremamente úmido após o Grande Dilúvio, de acordo com a Christian News.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO CHRISTIAN TODAY

terça-feira, 7 de março de 2017

Ator de 'Velozes e Furiosos' diz que oração é a base de seu casamento: "Deus está conosco"

O ator cristão Tyrese Gibson revelou já vinha orando por sua futura esposa antes mesmo de conhecê-la e agora afirma que ela é a resposta de suas orações.

Samantha Lee e Tyrese Gibson posam para foto em festa de casamento que o casal decidiu manter longe dos holofotes da mídia durante um tempo. (Foto: Facebook)
Samantha Lee e Tyrese Gibson posam para foto em festa de casamento que o casal decidiu manter longe dos holofotes da mídia durante um tempo. (Foto: Facebook)
Tyrese Gibson está revelando que ele foi beneficiado por conselhos do Pastor Creflo Dollar antes de se casar em uma cerimônia mais reservada e manter a notícia longe dos holofotes da mídia, até esta semana.

O ator de 38 anos surpreendeu as mídias sociais com notícias de seu casamento na última terça-feira (28). Em um post de sua página nas mídias sociais - que já foi removido - o artista revelou que recebeu conselhos de Creflo antes de se casar. O pastor lidera a Igreja 'World Changers', em Atlanta, Geórgia.

"Durante a nossa sessão pré-matrimonial, o Pastor Creflo Dollar disse: 'não cometa o mesmo erro dos outros, ao pensar tanto sobre o futuro que acaba perdendo o foco da preciosidade que é o presente, o dia de hoje. Seja paciente e presente no amor. Você e sua esposa devem lado a lado para pintar a tela em branco de suas vidas com amor, ao longo do caminho", disse Gibson lembrando as palavras de Dollar para ele e sua noiva. "Sentimos a presença de Deus em toda a nossa união. Estamos orando e Ele está andando conosco para que não se formem barreiras. Isso vai durar".

Segundo o site TMZ, a esposa de Gibson se chama Samantha Lee, uma assistente social de New Jersey que tem se empenhando na luta contra o tráfico de seres humanos. Desde que concluiu seu mestrado na Universidade da Geórgia, ela ajudou o Departamento de Apoio à Família e à Criança do Estado a investigar casos desse tipo de crime.


Caminhada com Jesus
Dois anos atrás, a estrela de "Velozes e Furiosos" escreveu um post no Facebook, compartilhando com os seguidores de sua página, sua expectativa sobre sua futura esposa, pela qual ele estava orando. Agora, ele está refletindo sobre como todas as suas orações se tornaram realidade.


"Eu sou como um rei buscando a minha rainha, tenho um coração muito comprometido com o Senhor Jesus Cristo e sinto que o fato de eu estar próximo dEle irá atraí-la ainda mais", escreveu o ator quando ainda planejava se casar. "Eu não ficarei solteiro por muito tempo. Sinto isso em minha alma. A Deus seja toda a glória!".

Dois anos após a publicação, Gibson está mostrando ao público que Deus respondeu às suas orações sobre sua esposa.

"Às vezes, quando você ora, você consegue exatamente o que seu coração deseja", escreveu ele em uma mensagem, incentivando os usuários das mídias sociais a fazerem o mesmo. "Todos nós somos falhos, pecadores e cometemos erros, mas espero que você decida continuar amando, mantenha a fé e Deus e Ele lhe enviará o que tem preparado para você".

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO CHRISTIAN POST

segunda-feira, 6 de março de 2017

Ore pela igreja no Azerbaijão

AZERBAIJÃO

A atitude do presidente deixa uma mensagem clara para a igreja, que seus opressores estão planejando permanecer no mesmo lugar e continuar com as mesmas políticas

06-azerbaijao-mehriban-aliyeva-e-ilham-aliev
Vice-presidente Mehriban Aliyeva e Presidente Ilham Aliev
No ano passado, o Azerbaijão ocupava o 34º lugar na Lista Mundial da Perseguição. Esse ano, o país não foi classificado, mas isso não significa que a situação tenha melhorado. O islamismo continua sendo a religião oficial do Estado e os cristãos ainda vão enfrentar punições e ameaças por conta de sua fé.
As últimas notícias sobre o presidente Ilham Aliyev ter nomeado a própria esposa como primeira vice-presidente do país, sem consultar o Parlamento ou mesmo o Gabinete, mostra que o caráter autoritário de seu governo prevalece. Ele foi presidente da ex-república soviética desde outubro de 2003, quando foi governado pelo seu pai, Heydar Aliyev, conhecido por ser um líder de linha dura.

“Agora que Aliyev nomeou sua esposa como vice-presidente, ficou claro que ele pretende manter todo o poder nas mãos da família”, comentou um dos colaboradores da Portas Abertas. Segundo ele, não é bom sinal para os cristãos no Azerbaijão. “A atitude do presidente deixa uma mensagem clara para a igreja, que seus opressores estão planejando permanecer no mesmo lugar e continuar com as mesmas políticas. Não há esperança de um tempo melhor para os fiéis”, finaliza o colaborador. Ore por essa nação.
Fonte: https://www.portasabertas.org.br

domingo, 5 de março de 2017

Dia da Esposa do Pastor é comemorado neste domingo, 06 de março



Algumas igrejas a identificam como “irmã”, “missionária”, “pastora”, “bispa” ou simplesmente “esposa do pastor”. Independente do termo usado, o primeiro domingo de março é destinado a comemorar o Dia da Esposa do Pastor. Essa data foi criada para homenagear essas mulheres que têm sido submissas à vontade de Deus e incansáveis na execução de suas tarefas juntamente com seu esposo.

Sabemos que essas mulheres são guerreiras, motivadoras, perseverantes, essenciais no ministério pastoral. Em certas ocasiões, elas têm sua liberdade privada a fim de ajudar no socorro de uma ovelha. É ótima administradora do tempo, pois além de esposa é mãe, dona de casa, trabalhadora e responsável por várias atividades na igreja. Mas devemos atentar que são mulheres também sensíveis, que choram, que riem, têm dias de lutas, de vitórias, sofrem, alegram-se e perseveram.

Esperamos que cada esposa de pastor tenha a estratégia e sabedoria de Débora, a determinação de Rute, que seja achada com graça como Maria, que busque estar aos pés do Senhor como Marta e siga tantos outros exemplos bíblicos de mulheres virtuosas.

Parabéns, vocês são mulheres ímpares!

Fonte: http://www.revistamda.com

O que significa ser a “esposa do pastor” para a Igreja Perseguida?

Hoje é comemorado o Dia da Esposa do Pastor. Vamos fazer uma retrospectiva e relembrar de algumas mulheres dedicadas à obra de Deus
05-sri-lanka-dia-mundial-da-esposa-do-pastor
Elas são verdadeiras guerreiras. Participam de todos os eventos da igreja, lideram alguns grupos, são intercessoras, cuidam de suas famílias e dos outros também. Muitas pregam e ensinam, enfrentam várias dificuldades, suportam ameaças e, muitas vezes, perdem seus maridos durante ataques de grupos extremistas. Outras perdem a própria vida enquanto trabalham para espalhar a semente da salvação.
No ano passado, Zoraida Acevedo, de 34 anos, esposa do pastor Jaime da Colômbia, foi morta a tiros na frente do marido e das quatro filhas, após um culto de domingo. Ela era líder do grupo “Mulheres em Ação” e participava de vários projetos de ajuda à comunidade. “Nossas meninas agora estão sem a mãe. É muito difícil explicar a elas por que Deus permitiu que minha esposa, que sempre serviu fielmente na obra do Senhor, fosse levada para o céu dessa maneira”, lamentou Jaime.
Em 2014, Yoaxis Marcheco Suarez, esposa do pastor e ativista cubano, Mario Felix Lleonart Barroso, foi presa na província de Villa Clara e pressionada a assinar uma advertência oficial que pode ser usada como justificativa para prisões futuras e acusações criminais. A esposa do pastor lutava pela liberdade religiosa no país.
Casada com Yousef Nadharkani, Tina chegou a ser sentenciada com prisão perpétua por crime de apostasia, no ano de 2010. Ela foi libertada depois de uma audiência de apelação. Mas até hoje enfrenta muitas dificuldades porque o governo iraniano continua perseguindo seu marido incansavelmente. Em 2016, ele foi novamente acusado pelo Tribunal Revolucionário do Irã, na cidade de Rasht, por ações sionistas e por evangelizar muçulmanos.

Muitas outras esposas de pastor, que vivem em países onde o cristianismo é hostilizado, enfrentam violência, sequestro, abusos e ataques de todo tipo. Perdem suas casas, seus pertences e são expulsas de onde moram por causa do nome de Cristo. Nesse dia, lembre-se delas em suas orações e peça a Deus para que essas mulheres permaneçam firmes na fé e perseverantes em seus propósitos.
Fonte:https://www.portasabertas.org.br