Google+ Followers

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Empresária decide fechar clube de striptease após se entregar a Jesus

Teresa Fears era dona de um clube de entretenimento adulto no Texas, mas ter uma experiência real com Jesus entendeu que ela estava trabalhando em algo que não agradava a Deus.

Teresa Fears foi batizada no dia 4 de dezembro. (Foto: Baptist Press)
Teresa Fears foi batizada no dia 4 de dezembro. (Foto: Baptist Press)
Ela era a dona de um clube de strip-tease no Texas, servindo as pessoas que se deleitavam em ver e fazer coisas que estão longe dos princípios bíblicos. Mas Teresa Fears, a proprietária do clube "Teresa's", em Longview (TX), teve uma epifania quando se tornou amiga das "damas" da Igreja Batista Mobberly, de acordo com o site 'Baptist Press'.

Teresa conheceu primeiramente Laney Wootten, uma das "damas da igreja", que fez amizade com ela no Facebook. Wooten descobriu que, embora Teresa fosse dona um estabelecimento ao qual um verdadeiro cristão não quisesse ser associado, também também era uma mulher com uma paixão por ajudar crianças com necessidades especiais, regularmente trabalhando como voluntária em um hospital infantil e servindo alimentos para pessoas desabrigadas em seu clube.

Apesar certo receio inicialmente em primeiro lugar, Fears acabou se tornando amiga de Laney e outras senhoras da igreja.

Durante um tempo em que Teresa esteve depressiva e sofrendo de dores crônicas, as senhoras da igreja a visitaram sua casa, levando refeições, flores e um livro.

Isso marcou sua "primeira experiência espiritual verdadeiramente significativa".

"Teresa disse mais tarde que as coisas tangíveis que nós a levamos para atender às suas necessidades físicas falaram ao seu coração e o fato de que nós fomos visitá-la ao saber de seus problemas mostrou que estávamos preocupadas", Wootten disse à 'Baptist Press'.

O pastor associado da Igreja Batista Mobberly, Gregg Zackary, e sua esposa também visitaram Teresa, indo até seu clube noturno para oferecer ajuda, quando souberam que a dona do estabelecimento estava enfrentando momentos difíceis.

Depois de se reunir com os pastores da Igreja Mobberly e outros líderes do ministério em agosto passado, Fears entregou sua vida a Jesus. Depois dessa reunião, ela postou no Facebook que ela estava fechando seu clube de strip-tease.

"Sua perspectiva mudou totalmente, e ela viu aquilo [o clube] como algo mal, que não honrava ao Senhor", disse Zackary. "Ela não foi pressionada por ninguém, foi o Espírito Santo que a moveu".

Fears foi batizada no dia 4 de dezembro e compartilhou que a nova fase de sua vida está contando também coma restauração de relacionamentos anteriormente quebrados.

"Hoje é meu dia especial. Quero agradecer a todos na [Igreja Batista] Mobberly, a todas as minhas senhoras da igreja e a todos os meus amigos que me ajudaram não me afogar na depressão. Por causa de todos vocês, este dia está realmente acontecendo", disse ela no dia de seu batismo. "Eu serei batizada às 10:45, no culto. Minha mãe e meu padrasto estarão lá. Estamos trabalhando na reconstrução de um relacionamento e eu fico feliz em saber que ambos serão uma parte da minha vida novamente".

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO CHRISTIAN TODAY

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Issao Imamura mudou atuação no ilusionismo após conversão: “Busquei a vontade de Deus”

O ilusionista brasileiro Issao Imamura mudou a forma de lidar com sua carreira após sua conversão. Através de truques teatrais, ele tem compartilhado princípios da Bíblia com o público.

Considerado o maior ilusionista do Brasil, Issao Imamura já exibiu muitos de seus truques em apresentações na televisão, shows e internet. O que talvez muitos não saibam, é que o conceito de seu trabalho mudou depois que uma nova escolha marcou sua vida: a conversão ao cristianismo.

Seu envolvimento no mundo do ilusionismo começou aos 10 anos de idade. “Eu era um garoto muito tímido, eu gostava só de artes introspectivas, fazia alguns desenhos e era um bom aluno. Mas eu tinha dificuldade de me relacionar com as pessoas”, disse Issao em entrevista exclusiva ao Guiame.

Percebendo isso, sua mãe aproveitou seu aniversário para dar de presente uma caixa de mágica, que traria uma mudança em sua vida. “Isso fez com que eu vencesse a timidez para poder mostrar os truques e ver a reação da platéia. Depois de um tempo, eu passei a ser o centro das atenções nas festinhas de aniversário e da escola”, ele lembra.

Desde então, sua trajetória com os truques foram se intensificando e Issao passou a ser conhecido em todo o país. Sua conversão aconteceu um pouco mais tarde, depois que sua esposa, Cybele Imamura, deu à luz o primeiro filho do casal.

“Nós levamos o garoto com alguns meses de idade para ser apresentado na igreja Bíblica da Paz, que ela já frequentava. Eu fiquei muito tocado com a palavra do pastor Edson Rebustini, porque eu já tinha ouvido muitas pregações, mas sempre com aquele olhar de desconfiança — como toda pessoa não convertida. Mas naquele dia, eu me sensibilizei. Um mês depois eu aceitei Jesus e, na semana seguinte, eu já fui batizado nas águas. O processo foi muito rápido, porque era algo que eu já estava buscando”, Issao relata.

Mudança na carreira
Depois de sua conversão, Issao passou a não enxergar mais sentido naquilo que era apresentado em seus shows. Nesse momento de porquês, ele procurou a consistência para uma situação que estava se tornando inconsistente.

“Quando eu me converti, eu percebi que eu precisava enxergar um novo significado para aquilo que eu fazia. Não era apenas impressionar as pessoas, não era apenas a busca pela fama, não era apenas a busca de ser o melhor. Era uma busca muito maior — estar no centro da vontade de Deus, fazendo exatamente aquilo que eu gostava de fazer e até mesmo me colocando à disposição de mudar o meu caminho. Mas o plano Dele não era a mudança de carreira, e sim, a forma como as pessoas poderiam aproveitar mais aquilo que eu apresentava”, ele explica.

Através de truques teatrais, Issao tem compartilhado princípios da Bíblia. (Foto: Guiame/Marcos Paulo Correa)
Foi quando Issao entendeu que ele poderia abençoar as pessoas através daquilo que ele fazia. “Chegamos à conclusão de que o ilusionismo é uma poderosa ferramenta para auxiliar na transformação de mentalidade”, afirma.

A mágica e a Bíblia
Uma das grandes missões de Issao é esclarecer o conceito de mágica. “A palavra mágica tem várias conotações na língua portuguesa. Temos a mágica do feiticeiro, a mágica de um artista que faz tudo na teatralidade ou uma experiência mágica, que envolve o encantamento. São três sentidos diferentes para a mesma palavra”, observa.

“O mágico é um artista, e não um feiticeiro. O feiticeiro usa métodos sobrenaturais ou até mesmo naturais, mas com um único sentido: iludir a pessoa e levar toda glória para si mesmo, mostrando que o poder está nele. Independente de ser artista ou feiticeiro, o maior crime é quando a pessoa leva a glória para si mesma”, acrescenta Issao.

Ele relaciona a prática da mágica com a passagem de Simão, descrita em Atos 8. “Ele fazia maravilhas, mas queria a glória para ele. Quando Simão viu que os discípulos faziam maravilhas através do Espírito Santo, e que isso transformava de verdade a vida das pessoas, ele ficou encantado e disse:  ‘Eu quero isso! Quanto isso custa?’”, Issao observa. “Esse tipo de atitude, do ‘quanto custa?’, é típico dos mágicos artistas, porque eles gostam de comprar números”.

FONTE: GUIAME, LUANA NOVAES

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Boko Haram já matou mais de 100 mil pessoas, para exterminar o cristianismo da Nigéria

O grupo terrorista Boko Haram tem buscado cumprir o objetivo já estabelecido em agosto de 2016: "Explodir cada igreja e matar todos os cristãos".

Terroristas do Boko Haram. (Foto: Emaze)
Terroristas do Boko Haram. (Foto: Emaze)
O grupo terrorista islâmico Boko Haram já matou cerca de 100 mil pessoas - entre muçulmanos e cristãos - e deslocou mais de dois milhões de cidadãos, para cumprir sua missão já estabelecida anteriormente: exterminar o cristianismo da Nigéria.

O jornal "Times Premium" da Nigéria informou que as estatísticas foram compartilhadas pelo governador Kashim Shettima, do estado de Borno no início desta semana, como parte de um documento intitulado "Gerenciando a crise do Boko Haram no estado de Borno, experiências e lições para uma Nigéria multipartidária, multiétnica e multireligiosa".

"A insurgência do Boko Haram levou a mortes de quase 100.000 pessoas seguindo as estimativas de nossos líderes comunitários ao longo dos anos", relatou Shettima.

"Dois milhões, cento e quatorze mil (2.114.000) pessoas foram deslocadas internamente em dezembro de 2016, com quinhentos e trinta e sete mil, oitocentas e quinze (537.815) em campos separados, 158.201 estão em campos oficiais que consistem em Seis centros com dois campos de trânsito em Muna e Customs House, ambos em Maiduguri", acrescentou.

O Boko Haram vem realizando uma insurgência na Nigéria desde 2009, atacando edifícios governamentais, igrejas em cidades e comunidades inteiras, buscando expulsar todos os cristãos do país, que compõem aproximadamente metade da população.
O presidente Muhammadu Buhari afirmou que o exército nigeriano alcançou ganhos significativos contra o Boko Haram em 2016, mas o grupo radical islâmico continua a realizar ataques terroristas.

Segundo relatórios de janeiro BBC News, os extremistas estão mesmo usando mulheres disfarçadas de mães que carregam seus bebês em ataques suicidas. As mulheres e as crianças sofreram duramente sob o domínio do Boko Haram.

Sendo um dos casos de sequestros do grupo que ganhou repercussão internacional, maior parte das mais de 200 estudantes cristãs raptadas da cidade de Chibok em 2014 ainda está desaparecida.
Para realizar suas ações terroristas, o Boko Haram doutrina garotos sob o extremismo islâmico. (Foto: Reuters)

Destruição
Grupos como a Associação Cristã da Nigéria relataram que pelo menos 900 igrejas já foram destruídas no norte da Nigéria, apenas pelas mãos dos radicais, enquanto a guerra contra os seguidores de Jesus Cristo continua com força total.


"Os cristãos continuam a ser o alvo principal e constante dos radicais islâmicos como Boko Haram e militantes Fulani, não tendo qualquer esperança de serem protegidos ou que as autoridades façam justiça pelas vítimas", advertiram organizações de vigilância, como a 'International Christian Concern'.

Os pastores Fulani [criadores de gado da região, que são extremistas islâmicos] também têm sido uma crescente ameaça violenta contra os cristãos, matando dezenas de crentes, somente este ano, devido a supostas disputas de terra.

O governador Shettima, por sua vez, alertou contra o que ele descreveu como "teorias de conspiração" sugerindo que alguns membros islâmicos do governo nigeriano têm apoiado o Boko Haram.


"Conspiração"
O governador de Borno defendeu o ex-presidente Goodluck Jonathan, um cristão, pelo modo como ele tratou crise, e argumentou que as teorias de conspiração têm atrapalhado operações importantes, como resgatar as meninas Chibok.


"Enquanto isso, o fracasso do Estado em cumprir seu dever constitucional de resgatar as alunas e trazê-las de volta da floresta de Sambisa para a República Federal da Nigéria, por qualquer meio necessário, foi ignorado quando uma nação embaraçada buscou refúgio em mais uma conspiração para minar um presidente cristão e do sul", disse ele.

Shettima disse que as teorias da conspiração também estão procurando obstruir a administração de Buhari.

"Curiosamente, embora seja claro que as teorias de conspiração não fazem nada de bom, elas parecem ser obstinadamente atraentes na Nigéria, porque mesmo enquanto falamos, houve uma série de mensagens de mídia social nas últimas semanas, alegando que os Fulani estavam sendo infiltrados nas igrejas para gerar o caos", disse ele.

"A coisa toda parece ser uma espécie de esforços para ligar uma presidência liderada por um homem Fulani às atividades de criminosos assassinos, alguns ou a maioria dos quais pode ser Fulani por etnia", finalizou.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO CHRISTIAN POST

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Freira que deixou convento após se aprofundar na Bíblia se rendeu a Jesus

A paranaense Gemma Pagnoncelli decidiu deixar o convento após se aprofundar na Bíblia. Insatisfeita com a tradição religiosa, ela experimentou um verdadeiro encontro com Jesus.

Freira que deixou convento após se aprofundar na Bíblia se rendeu a Jesus. (Foto: Reprodução)
Freira que deixou convento após se aprofundar na Bíblia se rendeu a Jesus. (Foto: Reprodução)
A paranaense Gemma D. Pagnoncelli foi criada por pais católicos e cresceu para viver a mesma dedicação à sua religião. No entanto, um profundo encontro com Deus fez com que ela escolhesse se aprofundar numa verdadeira fé em Jesus Cristo.

Quando completou dez anos de idade, Gemma já estava decidida a se tornar freira e foi matriculada pela família no Colégio Imaculada Conceição no município de Videira, em Santa Catarina.

Enquanto viveu os oito anos seguintes no convento, ela conheceu melhor sua tradição religiosa e teve um contato maior com a Bíblia Sagrada.

Em busca de conhecimento e curiosa pelo conteúdo das Escrituras, Gemma ficou encantada com o livro do Apocalipse, os Dez Mandamentos e muitos outros trechos da Bíblia. No entanto, conforme ela avançou no estudo bíblico, uma crescente insatisfação por sua tradição religiosa começou a ser gerada dentro dela.

Com os anos de práticas espirituais, o vazio que sentia foi se intensificando. Decepcionada e desiludida, Gemma resolveu abandonar o convento e experimentar uma nova jornada em São Paulo, onde teve contato com dezenas de denominações cristãs e diferentes religiões.

Busca incansável
No entanto, sua intensa busca religiosa se tornou mais frustrante do que compensadora. Quanto mais Gemma ampliava sua compreensão da Bíblia, mais percebia quão distante as igrejas estavam do padrão bíblico. Com o passar dos anos, surgiam mais questionamentos e a vontade de desistir da busca.

Gemma conseguiu um emprego como telefonista em um hospital de São Paulo e fez amizade com alguns evangélicos. Um deles a entregou o livro “O Grande Conflito”, escrito por Ellen G. White, que conta a história do cristianismo e do fim do mundo. Sua curiosidade a levou a visitar uma igreja adventista e a receber estudos bíblicos.

Diante de uma visão mais ampla das verdades bíblicas, Gemma ficou indecisa sobre o passo seguinte que deveria dar. Para ela, essa nova igreja se aproximava das doutrinas que havia descoberto na Bíblia, mas suas práticas eram bastante heterodoxas.

Bastou um sinal de Deus, que ela havia pedido como confirmação durante uma oração, para Gemma finalmente se render a uma entrega completa e ser batizada na Igreja Adventista de Riacho Grande, em São Bernardo do Campo, em 1982.

Depois de ter encontrado o caminho, desejou intensificar sua caminhada cursando Teologia na Unasp, campus São Paulo. Falecida em setembro de 2015, sua busca incansável continuará inspirando outros por meio de sua autobiografia “Busca Incansável”.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DE REVISTA ADVENTISTA

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Missionária adota criança desnutrida e transformação surpreende nas rede sociais

Anja Ringgren Loven adotou o menino que foi abandonado pelos pais. Desnutrido e sem lar, o garotinho teve uma linda transformação e agora se prepara para frequentar a escola.

Os internautas ficaram surpresos com a grande melhora na aparência física de Hope. (Foto: Reprodução/Facebook).
Os internautas ficaram surpresos com a grande melhora na aparência física de Hope. (Foto: Reprodução/Facebook).
É realmente incrível o que a bondade e a compaixão podem fazer. Em um período de apenas um ano, um menino desnutrido que foi abandonado por seus próprios pais recuperou sua saúde e já começou a frequentar a escola, na Nigéria.

Uma missionária dinamarquesa chamada Anja Ringgren Loven, co-fundadora da Fundação de Educação e Desenvolvimento da Criança Africana, ajudou o menino de dois anos que estava sem comida e abrigo há dias.

O fato aconteceu há pouco mais de um ano, de acordo com o site Faith Wire. Segundo os relatos, os pais do menino o deixaram morrer na beira da estrada na Nigéria pelo fato de acharem que a criança tinha envolvimentos com a bruxaria.

Quando Anja viu o menino, mostrou-lhe a bondade de um cristão. Ela lhe deu comida e abrigo e mais tarde levou ele para sua casa. A missionária recentemente compartilhou no Facebook a incrível transformação física feita pelo garoto que ela chamou Hope (que quer dizer esperança em inglês).

"No dia 30 de janeiro de 2016, eu fui em uma missão de resgate com David Emmanuel Umem, Nsidibe Orok e nossa equipe nigeriana. Uma missão de resgate que foi viral, e hoje faz exatamente um ano que conheci um jovem garotinho chamado Hope", escreveu ela. "Esta semana, Hope começará a ir para a escola", ressaltou.

Transformação
Os internautas ficaram surpresos com a grande melhora na aparência física de Hope. Eles agradeceram a Anja por abrir seu coração e sua casa para ele. Muitas pessoas a elogiaram e a abençoaram por sua bondade, chamando seu trabalho de "extraordinário".

"Eu não consigo encontrar uma palavra para descrever como eu me sinto por você. Que o Deus onipotente continue abençoando você e sempre lhe dê força e saúde para continuar seu bom trabalho.Você deu esperança para o desesperado! Tenho muito respeito por você", disse um homem chamado Emenike Okoye Onwa por meio dos comentários de seu post.

"Estou tão feliz por ver a evolução de Hope, Anja. Você realmente é um anjo para estas crianças! Muito obrigada por esta linda dedicação!", acrescentou uma mulher chamada Rebecca Ramos.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Billy Graham alerta namorados que moram juntos sem se casar: "Isso traz infelicidade"

Billy Graham afirmou um casal de namorados até pensa que "encontrou a felicidade" quando começa a viver debaixo do mesmo teto, mas na verdade este é um relacionamento instável.

Billy Graham está com 98 anos e é um dos maiores evangelistas dos últimos tempos, ainda vivos. (Foto: BGEA)
Billy Graham está com 98 anos e é um dos maiores evangelistas dos últimos tempos, ainda vivos. (Foto: BGEA)
Casais não casados ​​que vivem juntos estão investindo em relacionamentos que não têm estabilidade e comprometimento, e podem se dissolver a qualquer momento, diz o evangelista mundialmente conhecido, Billy Graham. E viver no momento, evitando a vontade de Deus só levará à infelicidade.

Esta foi a resposta de Graham a uma pergunta feita por um leitor que parecia concordar com a opinião do pastor, mas estava preocupado com o que deveria dizer ao sobrinho que está morando com sua namorada e "não está interessado em Deus".

O conselho de Graham, publicado em sua coluna do jornal 'The Kansas City Star', é que um relacionamento como esse pode ser desfeito a qualquer momento. O evangelista também confessou ao leitor que a atitude de seu sobrinho o lembrou a das pessoas nos dias de Isaías que disseram a Deus: "Se afaste; não se aproxime de mim" (Isaías 65:5).

"Em primeiro lugar, lembre-o de que, apesar de achar que encontrou a felicidade, corre o risco de viver uma grande infelicidade no futuro. Sempre vai uma coisa importante: a estabilidade. Isso poderá se revelar a qualquer momento. O que acontece se um deles ficar entediado, chateado ou encontrar alguém mais atraente?", destacou Graham, sugerindo um reflexão.

O indivíduo explicou que seu sobrinho disse que não se importa com o fato de que viver com sua namorada sem estar casado com ela é algo moralmente errado, e disse que "ninguém mais acredita nisso". O leitor disse que seu sobrinho também alegou não acreditar em Deus e só está preocupado com o presente e com o que o pode fazê-lo feliz agora.

Graham insistiu que o leitor a tente convencer seu sobrinho a pensar além do curto prazo, compreendendo que ele precisa de Cristo. 

"É por isso que espero que você também o exorte a encarar o futuro e a sua necessidade de orientação e sabedoria de Deus", disse o pastor. "Uma vida focada apenas em si mesmo é vazia e insegura, mas Deus nos ama e Ele sabe o que é melhor para nós. Jesus disse: 'Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância' (João 10: 10)".


Ele então pede à pessoa para orar para que o leitor e sua família possam ser um exemplo do amor de Cristo para o sobrinho, e que ele reconheça sua necessidade de Cristo e uma nova vida.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO CHRISTIAN POST

domingo, 12 de fevereiro de 2017

“Sem essa de Estado laico, somos um Estado cristão”, afirma Bolsonaro

Candidato a presidente diz que “minoria tem de ser curvar à maioria”

por Jarbas Aragão
"Sem essa de Estado laico, somos um Estado cristão"

Como sempre, deputado federal e pré-candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSC/RJ) causou polêmica por causa de suas declarações. Ele esteve em Campina Grande esta semana e foi recepcionado por muitos simpatizantes na saída do Aeroporto João Suassuna.
Ele fez um discurso acalorado para algumas centenas de correligionários e foi muito aplaudido. Membro do Partido Social Cristão, ele atacou o conceito de Estado laico, muito defendido pelos movimentos de esquerda do país.
“Deus acima de tudo. Não tem essa historinha de Estado laico não. O Estado é cristão e a minoria que for contra, que se mude.  As minorias têm que se curvar para as maiorias”,  afirmou sob muitos aplausos.
Mais tarde, Bolsonaro seguiu para o Calçadão da Cardoso Vieira, onde fez outros pronunciamentos para o público presente no local.
As declarações de Bolsonaro receberam destaque da imprensa, que criticou a postura do parlamentar, considerando-as demonstração de “intolerância”.
Assista:
Fonte: https://noticias.gospelprime.com.br