Google+ Followers

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Círculo de Oração recebe homenagem na Câmara Municipal de São Paulo

 

Projeto de lei cria o Dia do Círculo de Oração na capital paulista
Para homenagear os trabalhos realizados pelo Círculo de Oração, criado há 70 anos, a vereadora Noemi Nonato teve seu projeto de lei aprovado pela Câmara Municipal de São Paulo. De acordo com o PL fica instituído o dia 6 de março como o “Dia do Círculo de Oração”, a ser comemorado em todas as denominações no Município de São Paulo.

Para marcar a data, a parlamentar realiza uma sessão solene no próximo dia 16 de março na Câmara paulista, quando também lança o prêmio “Albertina Bezerra Barreto”. Segundo Noemi Nonato, o prêmio será entregue às mulheres que se destacaram pelo trabalho de intercessão e oração em igrejas na cidade de São Paulo.
De acordo com o Projeto de Lei criado por Noemi Nonato, o Poder Público promoverá nesta data, inúmeras atividades sociais, comunitárias, espirituais e educativas voltadas às senhoras do Círculo de Oração, bem como à comunidade em geral. Dentre as principais ações estão: o uso de palestra e aconselhamento da palavra de Deus, atendimento aos familiares, tratamento aos dependentes, estudos e pesquisas junto aos meios de comunicações, como rádios e tevês, além de palestras em locais públicos.

Sobre o Círculo de Oração
O Círculo de Oração é um marco que completa 70 anos. O trabalho foi fundado em Recife (PE) pela irmã Albertina Bezerra Barreto e hoje está em todo o Brasil, adotado por diversas denominações, e rompeu as fronteiras, chegando a outros países, como Argentina, Estados Unidos e Japão.
A escolha do nome Círculo de Oração, segundo a fundadora, aconteceu em virtude de um folheto que ela havia lido, onde o texto explicava que a oração era como um círculo nos céus. “Quando estávamos orando, lembrei-me da mensagem e disse: Vamos circular os céus com as nossas orações”, relata.

Sobre a fundadora
Albertina Bezerra Barreto nasceu em Pernambuco e aceitou Jesus aos 13 anos. Crente fiel e dedicada, ela participava do coral e ensinava na Escola Dominical. Casada com Florismundo Barreto Montenegro teve dois filhos: Zuleide e Josival, este reside em Brasília e lhe deu oito netos e quatro bisnetos.

Hoje com 85 anos de idade, a irmã Albertina é lúcida e ativa na obra do Senhor. Como um marco de fé continua dirigindo o mesmo Círculo de Oração que fundou no bairro de Casa Amarela, em Recife, onde reúne às quintas-feiras cerca de 300 pessoas, entre adultos e jovens. Ela também iniciou o Círculo de Oração em João Pessoa (PB), onde foi dirigente por 14 anos e incentivou a abertura do trabalho em Natal (RN), Bahia e Belo Horizonte (MG). A irmã Albertina tem viajado por quase todo o Brasil e a vários países do mundo relatando seu testemunho.

Serviço:
Sessão Solene de Entrega do Prêmio Albertina Bezerra Barreto
Câmara Municipal de São Paulo
Dia 16 de março de 2012, às 19 horas
Viaduto Jacaréi, 100 – Centro – SP
Informações: (11) 3396-4991
 Assessoria de Imprensa