Google+ Followers

domingo, 15 de abril de 2012

"Harpa Cristã" Conheça um pouco da sua história


Pastor Isael de Araujo fala sobre a importância do hinário para a AD brasileira


Este ano, o hinário oficial da AD, a Harpa Cristã, completa 90 anos. Conversamos com o pastor Isael de Araújo, autor do Dicionário do Movimento Pentecostal, publicado pela CPAD, sobre esses louvores que marcaram épocas.
Pastor Isael fala que passou a pesquisar a Harpa quando, começou a estudar a história da denominação, há mais de 20 anos. Em 2004, elaborou um histórico detalhado do hinário para redigir os verbetes da Harpa Cristã e as músicas que contam no livro.

O autor explica a importância do hinário para a Assembleia de Deus. “Além de servir como um instrumento de conservação e garantia de que os seus belos hinos tenham sido cantados a cada nova geração de assembleianos, tem a nobre função de assegurar, difundir e unificar a doutrina bíblica pentecostal esposada pelas ADs e que consta nas letras de seus hinos”.


Isael Araújo conta algumas curiosidades. “Há muitas histórias curiosas e marcantes por trás da tradução ou composição dos hinos que estão na Harpa. Infelizmente, muitas não foram registradas em periódicos ou livros. Mas, consta na história que o hino 515 sob o título ‘Se Cristo comigo vai’, traduzido pela missionária Frida Vingren do hinário sueco, foi o meio pelo qual seu esposo, missionário Gunnar Vingren, então pastor da igreja de Belém do Pará, recebeu a mensagem de Deus para aceitar a mudança para o Rio de Janeiro em 1924 e dar início às ADs nas partes sudeste e sul do Brasil”.


Você sabia como surgiu a Harpa? No início da igreja no Brasil, os irmãos das Assembleias de Deus caHantavam louvores do hinário
Salmos e Hinos, que também era usado por diversas igrejas brasileiras. Mas havia necessidade de hinos que enfocassem as verdades pentecostais e refletissem o fervor da denominação. Começou, então, a surgir compositores e tradutores pentecostais. Além disso, os missionários Gunnar Vingren, Frida Vingren, Samuel Nyström, Joel Carlson, Eufrosyne Kastberg, entre outros, iniciaram as traduções de hinos suecos e americanos pentecostais.

Antes de ser publicada a primeira edição da Harpa, existiram alguns outros hinários considerados precursores, como o Caderno de Hinos de Gunnar Vingren e o Cantor Pentecostal. A atual Harpa Cristã, com 640 hinos, surgiu em 1996. Foram mantidos os antigos 524 hinos na sequência numérica tradicional, e acrescentados os 116 novos, incluindo os pátrios. 
Por Roberta Marassi
Redação CPAD News