Google+ Followers

terça-feira, 4 de outubro de 2016

Rosh Hashaná: como os judeus comemoram o ano novo em Israel

No entardecer do último domingo (2), Israel iniciou as festividades do Rosh Hashaná, nome dado ao ano-novo judaico. Veja como a festa é comemorada.

Veja como a festa que comemora a chegada do ano 5777 é comemorada em Israel. (Foto: Reprodução/Bible Places)
Veja como a festa que comemora a chegada do ano 5777 é comemorada em Israel. (Foto: Reprodução/Bible Places)

No entardecer do último domingo (2), Israel iniciou as festividades do Rosh Hashaná, nome dado ao ano-novo judaico. Considerado o dia da concepção do mundo pela tradição rabínica, o feriado ocorre no primeiro dia do mês de Tishrei, que representa o mês de setembro no calendário gregoriano.

Nesta data, os judeus acreditam que Adão e Eva foram criados e neste mesmo dia cometeram seu primeiro pecado. Por isto, este dia é considerado como Dia de Julgamento (Yom ha-Din) e Dia de Lembrança (Yom ha-Zikkaron), o início de um período de introspecção e meditação de dez dias (Yamim Noraim) que culminará no Yom Kipur, um período no qual se crê que Deus julga os homens.

O site Kehila News Israel questionou alguns de seus leitores para saber como a data será comemorada por sua família. Veja como a festa que comemora a chegada do ano 5777, segundo o calendário bíblico, é comemorada em Israel.

Família messiânica (Reconhece Jesus como Messias)

"Eu vou tocar o shofar e celebrar um novo começo de muitas coisas. Depois, irei analisar os meus caminhos e o meu coração, diante da palavra de Deus”, Leah, uma judia messiânica. “Sou grata pelo Yom Kippur, porque os meus pecados estão longe de mim".

Ben, que também é judeu messiânico, evita o cumprimentodos rituais tradicionais, mas se baseia nas bênçãos de Deus para o novo período. “Que você tenha bênçãos tão numerosas como as sementes de uma romã ao comemorar o ano 5777”, ele deseja.

Família tradicionalista (Observa os mandamentos básicos)

"Vamos estar com nossas famílias reunidas”, disseram as irmãs gêmeas Chava e Malka. “Iremos recitar as bênçãos. Cada família traz algo para colaborar com o anfitrião. Teremos canja de galinha, alcachofras recheadas, frango, saladas e legumes”.

Para elas, estarem reunidos na mesa é o principal momento do feriado. “Depois de comer os pratos habituais para a festividade, estaremos satisfeitos e não iremos mais comer — que é a parte que menos gostamos", riram.

Família religiosa (Observa todos os mandamentos)

A família de Dina, mãe de nove filhos casados, costuma cumprir todos os costumes da data, como a iluminação de velas, a bênção sobre o vinho, a tashlich (cerimônia de arrependimento) e o toque do shofar.

Ela conta que o cumprimento tradiciona da Hag Sameach (“Feliz Festa”) é seguido pela expressão g'mar chatimá tova (“que sejamos inscritos no livro da vida com uma boa assinatura”).

Família secular (Observa apenas as principais datas sagradas)

A família de Shira de Eilat também compartilhou seu cardápio: sopa de frango, patê de fígado, peixe com salada de alface, carne cozida, couve, mousse de chocolate, bolo de nozes, bolo de mel com creme quente, café e chá de menta.

As tradições de preparação da mesa foram passadas pela avó. Tanto a preparação como o momento do jantar é feito com a participação de convidados de fora, sendo parentes ou amigos.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DE KEHILA NEWS ISRAEL