Google+ Followers

sábado, 10 de setembro de 2016

"Precisamos confiar em Deus", diz cristã iraquiana que escapou do Estado Islâmico

Na pequena tenda, o forte verão não os deixava dormir, pois era quente demais. (Foto: Reuters).
Na pequena tenda, o forte verão não os deixava dormir, pois era quente demais. (Foto: Reuters).

A fuga de Athraa das mãos do grupo extremista fez com que ela conhecesse as Escrituras e o poder de Deus.

Uma cristã iraquiana que fugiu de sua casa sob ameaça do grupo extremista Estado Islâmico (EI) afirma que está agradecida pelo que aconteceu, pois o fato acabou mudando a sua vida. Athraa vivia com sua família em Quaraqosh, no Iraque, mas eles foram forçados a fugir quando o EI atacou e ocupou a cidade no verão de 2014.

Athraa contou ao Ministério Portas Abertas sobre o dia em que fugiu: "Eu me lembro de não me preocupar muito naquele dia. Não esperávamos um ataque e nem pensávamos na situação. Então, quando o ataque aconteceu tivemos de fugir. Pensávamos que seria algo temporário e por isso nem levamos nossos documentos de identidade".

Mas o deslocamento não foi temporário. Desde que Athraa e sua família deixaram Quaraqosh, eles nunca mais voltaram. Ela lembra da fase inicial do novo momento de sua vida. "Os primeiros meses foram um desastre. Nós vivemos em muitos lugares diferentes. Primeiro em um salão de casamento, depois num jardim de igreja. Nós terminamos em uma tenda que ficava em um centro esportivo. Foi realmente difícil", contou.

Na pequena tenda, o forte verão não os deixava dormir, pois era quente demais. Além disso, a comida era escassa e faltava água. Mas, foi através do deslocamento, e de uma situação bem ruim, que Athraa teve sua vida transformada: ela descobriu a Deus.

Transformação

Agora ela vive com sua família em uma casa alugada pela igreja local e diz que conhecer a Deus foi transformador. "Após a fuga, eu estava entediada, não havia nada para fazer. Então eu ia à igreja com mais frequência. Logo eu me envolvi com um grupo de estudo da Bíblia que se reúne duas vezes por semana", explicou Athraa.

Lá, ela descobriu o poder da Escritura. "Eu descobri que cada linha na Bíblia nos diz alguma coisa. É algo maravilhoso. Me dá paciência para continuar a vida e me faz ver as coisas em uma perspectiva maior", diz ela.

Sua família compartilha a casa com outra família e ela dorme em um colchão fino, em um piso frio. Mas Athraa não está desanimada. "Nós não temos que gastar nosso tempo nos perguntando por que isso aconteceu. Deus não quer nos fazer mal", afirma.

"Ele está falando com a gente e nós precisamos ouvi-lo e confiar nEle. Eu aprendi que passar esses dias em oração têm sido bom. Tomaram nossa terra e nosso dinheiro, mas ainda temos a nossa vida e temos que viver como Deus quer", comentou.

Por mais que a ameaça do EI permaneça, Athraa está focada em compartilhar sua esperança com os outros: "Eu quero ajudar as pessoas da minha comunidade a redescobrir a riqueza da fé e quero estar lá para ajudar eles", contou.


FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO CHRISTIAN TODAY