Google+ Followers

sábado, 23 de janeiro de 2016

Padre excomungado diz que a maioria dos padres são gays

Imagem redimensionada

Roberto Francisco Daniel, mais conhecido como Padre Beto, vai a Trancoso, no sul da Bahia, neste sábado (23) pra realizar seu quarto casamento homoafetivo, segundo o IG. Excomungado pela Igreja Católica em 2013, por ter se recusado a pedir perdão após discutir abertamente a moral sexual cristã, padre Beto acredita ter se tornado numa referência para a comunidade LGBT. "A Igreja Católica ainda mantém sua postura absurda de condenar os gays ao celibato. Por isso os padres são impedidos de realizar casamentos de gays, pois família para a Igreja Católica é formada de homem e mulher. O que é um absurdo", reflete.


Para o padre, os gays tem tanto direito a um casamento religioso quanto os heterossexuais. “Nós seremos verdadeiramente religiosos quando enxergarmos gays, héteros, lésbicas, bissexuais, transexuais, negros, brancos, enfim, qualquer ser humano como um filho de Deus. Este é o futuro”.

O sacerdote acredita que muitos outros religiosos pensam como ele, mas têm medo de expor suas opiniões e serem penalizados, tal como ele foi, e revela que existem muitos padres homossexuais na Igreja Católica. “Aliás, acredito que a maioria dos padres na atualidade são gays. Alguns vivem no celibato e outros mantêm uma vida dupla, ou seja, acabam vivendo sua sexualidade tranquilamente com parceiros, apesar de manterem o discurso da Igreja frente ao seu rebanho”, completa.

Para ele, os fiéis vivem na hipocrisia e que a igreja é formada por pessoas reprimidas e recalcadas. “Eu não conheço nenhum casal católico que não usa anticoncepcional, com certeza nunca casei pessoas virgens e a infidelidade entre casais católicos é muito frequente. Eu diria a eles (gays) que tenham pena da Igreja. Na realidade, ela é uma instituição formada de pessoas reprimidas ou recalcadas. A Igreja Católica vive na hipocrisia e isso é muito triste em pleno século 21”, enumera.
Fonte: Notícias ao Minuto Fonte:http://folhagospel.com/modules/news/article.php?storyid=31799