Google+ Followers

segunda-feira, 30 de abril de 2018

Líderes dizem que reconhecimento de Jerusalém é resultado da “mão de Deus” sobre Israel

A transferência da embaixada dos EUA para Jerusalém é considerada histórica e profética por líderes evangélicos.

Bandeiras israelenses e americanas erguidas diante da Cúpula da Rocha, na Cidade Velha de Jerusalém. 
(Foto: EPA-EFE/Abir Sultan)

A transferência da embaixada dos Estados Unidos de Tel Aviv para Jerusalém, que será realizada em maio, está sendo considerada histórica e profética por líderes evangélicos norte-americanos.

Tony Perkins, presidente do Conselho de Pesquisa da Família, acredita que os EUA está entrando em sintonia com a Bíblia. “Não importa o que os EUA digam — esta é a capital Jerusalém. Ela foi comprada e paga. Davi declarou que era a capital de Israel e eu acho que estamos apenas nos alinhando com verdade bíblica”, disse à CBN News.

A congressista Michele Bachmann encara a transferência da embaixada como uma bênção para os EUA. “O presidente Trump colocou nosso país num caminho de bênção, porque estamos agindo em conformidade com Gênesis 12:3: ‘Aqueles que abençoarem Israel serão abençoados; aqueles que amaldiçoarem Israel serão amaldiçoados’”, observa. “Tudo o que estamos fazendo é concordar com o que o próprio Deus disse há 3 mil anos: Jerusalém é a capital”.

Como militar, Jerry Boykin, tenente aposentado do Exército dos EUA, considera um fato único ver uma nação se tornar uma potência em apenas 70 anos. “É um milagre. Não há dúvidas sobre isso. É um milagre”, disse ele.

“Eu sou um soldado, passei muito tempo aqui com as Forças de Defesa de Israel. Desde o começo, eles estão em guerra. Eles tiveram que lutar com cinco a sete vizinhos ao mesmo tempo. Eles estão em uma batalha diária pela sobrevivência apenas para prevenir ataques terroristas”, observa Boykin. “Não haveria como eles vencerem essas guerras. Eles estavam em menor número, em grande desvantagem”.

“Como você explica o fato de Israel ter agora 70 anos, estar prosperando, ter o turismo crescendo e ser reconhecido como uma força poderosa até mesmo por seus antigos inimigos”, o militar aposentado questiona. “É apenas a mão de Deus. Esta é a terra escolhida por Deus, assim como o povo é escolhido por Deus”.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DE CBN NEWS