Google+ Followers

domingo, 30 de abril de 2017

Aluno expulso por discordar do casamento gay vence causa na Justiça: "A vitória é de Jesus"

Felix Ngole foi expulso da Universidade onde estudava após dizer nas redes sociais que a "homossexualidade é pecado", porém não desistiu de lutar e agora celebra a vitória no Tribunal.

Felix Ngole é cristão e foi expulso de sua universidade após citar um versículo bíblico sobre a homossexualidade. (Foto: Facebook)
Felix Ngole é cristão e foi expulso de sua universidade após citar um versículo bíblico sobre a homossexualidade. (Foto: Facebook)
A Corte Suprema de Londres decidiu a favor de um estudante cristão que foi expulso de sua universidade por dizer que "a homossexualidade é um pecado" em um post no seu perfil pessoal do Facebook.

O universitário Felix Ngole, de 39 anos, foi expulso da Universidade de Sheffield no ano passado, depois de expressar seu apoio ao casamento em seu formato original (homem e mulher) em sua própria página pessoal do Facebook. A universidade o chamou de "inapto para praticar sua profissão" (de assistente social), depois que ele disse que "a Bíblia e Deus identificam a homossexualidade como um pecado".

Natural de Camarões (África) e pai de quatro filhos, Ngole não recuou sem lutar e processou a universidade por tê-lo expulsado do curso. O estudante cristão argumentou que ele foi injustamente impedido de completar seu curso de graduação. Seu caso foi rejeitado repetidamente por tribunais inferiores, mas o aluno recorreu a instâncias maiores, até que o Tribunal Superior finalmente decidiu em seu favor.

"Estudantes com opiniões cristãs estão sendo informados de que eles não estão aptos para praticar as profissões que sempre sonharam", disse a Chefe do Executivo, Andrea Minichiello Williams, do Centro Legal Cristão, que representou Ngole durante o julgamento deste caso. "Para as pessoas de fé que acreditam agora no que a maioria das pessoas costumava acreditar, isso pode ser um problema, repudiado pela diretoria".

Ngole e sua esposa expressaram sua gratidão após a decisão final do Tribunal Superior e deram "toda a glória a Deus" depois que o estudante venceu a causa na Justiça. Eles postaram um vídeo no Facebook, no qual eles literalmente cantaram louvores a Jesus, do lado de fora do tribunal.

"A vitória pertence a Jesus e somente a Jesus", diz Ngole no vídeo. "Não há ninguém maior do que nosso Rei. Não há ninguém maior que Deus, não há corte tão grande quanto à sua corte, ele é o governante de todos".

O caso de Ngole não é o primeiro e não será o último, mas ele tem palavras encorajadoras para os crentes em todos os lugares.

"Quando você se encontrar em uma situação como a minha, lembre-se que a vitória pertence a Jesus. Aguente firme que Ele virá para te salvar", finalizou.

Assista ao vídeo, clicando abaixo:

Fonte: http://guiame.com.br