Google+ Followers

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Pastor Joide Miranda sofre ameaças de morte por ativistas gays


Pastor Joide Miranda sofre ameaças de morte por ativistas gays
O pastor Joide Miranda, que já participou de edições anteriores do Encontro para a Consciência Cristã, está sofrendo com ameaças de morte, vindas de alguns ativistas do movimento gay. As ameaças teriam sido provocadas por conta do ministério de Joide, que ajuda pessoas a saírem do estado da homossexualidade.
Segundo informações do portal G1, Joide Miranda, 47, as mensagens ameaçadoras foram enviadas pela internet. “A mensagem dizia que meus dias estavam contados e que eu seria destruído”, disse o pastor.
Joide afirmou ainda que, além das ameaças, foi alvo de outras formas de hostilidade, chegando inclusive a ser seguido por dois homens nas igrejas onde pregava. No entanto, o pastor é enfático em afirmar que essa perseguição não parte da comunidade gay como um todo, mas de alguns ativistas homossexuais.
“Os homossexuais são pessoas maravilhosas, profissionais excelentes e não gostam de parada gay e exposição. Os ativistas gays é que agridem e nos chamam de homofóbicos e fundamentalistas”, afirmou ao G1.
Joide Miranda é um pastor e ex-travesti, que deixou a homossexualidade ao ser transformado pelo poder do Evangelho. Desde então, tem desenvolvido um trabalho de conscientização acerca do assunto, aconselhando homossexuais, famílias e igrejas sobre como é possível abandonar o estado da homossexualidade, e como a Igreja deve ajudar as pessoas que vivem nessa condição. Casado com a missionária Edna Miranda e pai de um garoto, Joide Miranda já esteve na Consciência Cristã em anos anteriores, ministrando palestras que tratam da homossexualidade do ponto de vista bíblico. Ele fundou a AbexLGBTT (Associação Brasileira de Ex Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais, Travestis e Transgêneros), que ajuda pessoas que desejam deixar a conduta homossexual.
 Por Mariana Gouveia Imagem: Vinacc Fonte: http://conscienciacrista.org.br/pastor-joide-miranda-sofre-ameacas-de-morte-por-ativistas-gays/