Google+ Followers

segunda-feira, 28 de maio de 2018

Apresentador cristão admite que perder a esposa para o câncer foi seu “maior teste de fé”

O ex-âncora da Sky Sports disse que a pior parte foi ter que contar para seu filho sobre a morte da mãe.

Simon disse que as pessoas no Reino Unido têm dificuldade em expressar o luto. (Foto: Reprodução).

O apresentador de televisão britânico Simon Thomas disse que perder sua esposa para o câncer, no ano passado, foi o “maior teste de sua fé” o qual passou, mas acrescentou que não abandonou a Deus.

Thomas, ex-âncora da Sky Sports, disse em uma entrevista ao BBC Breakfast que a coisa mais difícil de perder sua esposa, Gemma, com um tipo de câncer no sangue em novembro de 2017, enquanto dava as notícias na TV, foi ter que contar desse fato para seu filho de oito anos, Ethan.

Thomas disse que informar seu filho sobre a morte de sua mãe por leucemia mielóide aguda foi "a coisa mais esmagadora e brutal que você jamais terá a dizer a alguém", como relatado pela Press Association.

No contexto de sua fé cristã, ele acrescentou que "é o maior teste que já teve". Ainda assim, ele disse que continua a confiar em Deus.

"Se eu tirar Deus desse problema, a fé que eu tive durante toda a minha vida, a esperança desaparece. Porque a esperança é que um dia eu veja Gemma novamente", Thomas compartilhou.

Falando mais sobre como ele e Ethan processaram a tragédia, ele disse: "Eu acho que, à medida que as semanas se passaram, a realidade da vida cotidiana, de a mãe não estar por perto, começou a bater em casa".

Thomas continuou: “Ele acha difícil quando está ao lado de famílias, onde está com seus amigos com quem cresceu nos últimos oito anos. E na maior parte do tempo ele está tocando, como faria em qualquer outro momento. Mas muitas vezes quando está em casa, ele fica muito quieto e muitas vezes as lágrimas começam a fluir”.

"Porque ele senta lá e enquanto ele está se divertindo, a brutal realidade de ver seus amigos ainda com uma mãe, ainda com um pai, chega em casa", coloca.

O ex-apresentador de esportes disse que as pessoas no Reino Unido têm dificuldade em expressar o luto. "Eu penso tantas vezes na vida que queremos apresentar. Mas eu aprendi no pouco tempo que passei por isso, que não gostamos de falar sobre o luto neste país", acrescentou.

"Nós não somos uma sociedade que vê muito bem o luto. Mas você sabe o quê? O que eu comecei a entender é que as pessoas querem conversar, elas só precisam de permissão para conversar". No domingo, Thomas postou uma homenagem comovente à sua esposa no Twitter, no que seria seu aniversário de 41 anos, escrevendo: "Para a garota que eu me esforço para viver sem. Feliz Aniversário. Eu nunca vou deixar de amar você".

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO CHRISTIAN POST