Google+ Followers

sábado, 13 de janeiro de 2018

TOP 5 DA LISTA MUNDIAL DA PERSEGUIÇÃO 2018

Saiba mais sobre os cinco países onde a perseguição aos cristãos é mais intensa

TOP 5 da Lista Mundial da Perseguição 2018 Os 5 países onde a perseguição é extrema
Há 16 anos, a Coreia do Norte lidera o ranking da Lista Mundial da Perseguição. Em 2018, não foi diferente. O governo exerce uma pressão extrema em todos os cristãos, que enfrentam perseguição em todas a áreas da vida e convivem com punições desumanas caso desagradem de qualquer forma as autoridades governamentais. Estima-se que, hoje, cerca de 50 mil cristãos estejam presos em campos de trabalhos forçados.

O 2º lugar da lista, Afeganistão, ficou pouco atrás do primeiro colocado devido à menor intensidade de violência. Porém, os dois países têm pontuação máxima no que se trata da opressão em todas as esferas da vida. No entanto, a perseguição aos cristãos afegãos vem de outras fontes, principalmente do extremismo islâmico. 

Cerca de 99% da população da Somália, 3º colocado, é muçulmana. A sociedade é moldada pelos valores do islamismo e pela cultura tribal, o que faz com que os cristãos sejam tratados com hostilidade e violência. O extremismo islâmico está muito presente no país, principalmente pelo grupo Al-Shabaab, que declarou que quer o país livre de cristãos.

No Sudão, 4º colocado da lista, muitas igrejas estão sendo demolidas e cristãos sendo presos. O islamismo tem raízes fortes na política, e o governo atual está implantando uma política de “uma só religião”. Isso faz com que cristãos tenham que conviver com os valores impostos, como por exemplo, o ensino do islamismo nas escolas infantis. 

Apesar de o Paquistão estar em 5º lugar na Lista 2018, a taxa de violência contra cristãos é a maior em toda a relação. Apesar das celebrações dominicais serem autorizadas, qualquer outro tipo de atividade cristã é visto com maus olhos e passível de punição. Igrejas atacadas, cristãos mortos e mulheres violentadas são relatos comuns nesse país.

Acesse a Lista Mundial da Perseguição 2018 e saiba mais sobre a Igreja Perseguida e seus desafios ao redor do mundo.

Fonte: https://www.portasabertas.org.br