Google+ Followers

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Pastor fala "em nome de Jesus" e silencia protesto de ativista em clínica de aborto

Uma ativista tentou silenciar a pregação de Jeff Durbin em frente a uma clínica de aborto com muito barulho, mas o pastor não se intimidou e continuou com sua mensagem.




Um grupo de cristãos pró-vida se reuniu recentemente do lado de fora de uma clínica da rede abortista 'Planned Parenthood', no estado do Arizona (EUA), para orar e conversar com mulheres que estavam pensando em abortar e nem mesmo a ação barulhenta de alguns ativistas pró-aborto conseguiu intimidar a iniciativa liderada pelo pastor Jeff Durbin. O momento do 'confronto' entre o protesto de uma ativista e a pregação do líder cristão foi registrado em vídeo e está chamando a atenção de dezenas de milhares de internautas.

Jeff Durbin (que aparece usando um microfone auricular no vídeo acima) já foi classificado pelo jornal 'New York Post' como um pastor "moderno extremista" e regularmente realiza estas ações, pregando e orando em frente às clínicas da Planned Parenthood, na esperança de convencer as mulheres a não abortarem seus bebês.

Enquanto ele tenta estabelecer o que chama de "conversas racionais" com as mulheres que entram na clínica, acaba muitas vezes se deparando com a raiva incontrolável de ativistas pró-aborto, como foi o caso deste vídeo.

Durbing insiste em ter uma conversa madura com uma ativista chamada Amber (de blusa preta e óculos escuros), mas ela se nega a ouví-lo e sacode um badalo (tipo de sino usado no pescoço de animais) para responder com ironia, vulgaridade e tentar abafar a pregação do pastor, como já é possível ver logo no início do vídeo.

"Amber, nós realmente oramos por você. Nós te amamos e oramos por você", disse o pastor.

Porém o pastor alertou que a atitude da ativista ao fazer tanto barulho não dá base para qualquer argumento que ela queira apresentar a favor das causas que ela defende ali.

"Sua reação não permite que você se aproxime de seu argumento. Então o que você tem que saber a respeito dos cristãos é que eles estão aqui para se envolverem e um diálogo racional", disse o pastor, obtendo como resposta uma gargalhada forçada da ativista.

"Eu tenho a capacidade de me envolver, mas eu não me envolvo com loucos", disse ela, antes de lançar começar a proferir diversos palavrões contra o pastor.

Após quase seis minutos de confronto, no qual o pastor não se intimidou com o barulho do badalo da ativista, Amber finalmente parou após ouvir o pastor afirmar que ela iria desistir daquele protesto perturbador "em nome de Jesus" - como é possível ver no momento 5:40 do vídeo.

"Amber, você desisitirá disso, em nome de Jesus", disse o pastor, enquanto o braço da ativista parecia se cansar de tanto chacoalhar o badalo. "Na sua visão de mundo, a mentira é legal. Na sua visão de mundo, a mentira não é uma falha moral. Sua visão de mundo é comandada por Satanás".

Após ouvir estas palavras do pastor, Amber acabou desistindo de tentar calar a pregação do pastor e se afastou dele.

"E ela se foi, senhoras e senhores", disse o pastor.

Após a ativista se afastar com seu badalo, o pastor continuou a alertar as pessoas no local sobre as reais intenções da rede abortista.

"A Planned Parenthood é construída sobre mentiras e posicionamentos falidos, de que seres humanos têm a permissão de assassinar seus próprios bebês", afirmou.

"Você talvez pense que eles têm respostas para orientar pessoas em situação de desespero, mas eles não têm essas respostas", concluiu.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO FAITH WIRE