Google+ Followers

quarta-feira, 25 de abril de 2012

ASSEMBLÉIA DE DEUS "MISSÃO" CONSAGRA PASTORAS


Contrariando a resolução da Assembleia Geral Ordinária da CGADB, realizada de 15 a 19 de janeiro de 2001 em Brasília, após discussão em plenário sobre a ordenação de pastoras nas Assembleias de Deus no Brasil, onde entre cerca de 2.500 ministros presentes, apenas três votaram a favor (cf. Daniel, Silas. História da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil. Rio de Janeiro: CPAD, 2004, p. 633), e parafraseando a declaração de Paulo a Timóteo (1 Tm 4.12) ao afirmar "Ninguém despreze a tua feminilidade", o pastor Sóstenes Apolo, presidente da CEADDIF - Convenção das Assembleias de Deus no Distrito Federal, presidiu uma solenidade com a ordenação de pastoras e evangelistas assembleianas. Dentre as ordenadas estava a ex-ministra e candidata à presidência da República, Marina Silva. Quais serão as ações da CGADB em relação ao fato? O que definirá essas ações? A questão politica ou a questão doutrinária? Quais serão as implicações do fato para o destino das Assembleias de Deus no Brasil? Como já afirmei, e tem gente que ainda não acredita, a grande tendência nacional em relação à instituição "Assembleia de Deus" é o esfacelamento e a regionalização da mesma, que já caminha a passos largos, e que em muitos sentidos (doutrinários, usos e costumes, políticos, etc.) já é uma realidade. Agora é orar (tomara que assim se faça) e aguardar o desenrolar dos acontecimentos. Fonte: http://prbrunelli.blogspot.com.br